Bolsonaro é alertado pela Receita sobre risco de intervir em postos-chave no Rio

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Depois de provocar uma crise na Polícia Federal com a tentativa de impor um nome ao comando da instituição no Rio, o presidente Jair Bolsonaro abriu uma nova frente de problemas com a ameaça do governo de exonerar o superintendente da Receita Federal no estado, Mário Dehon, o delegado da alfândega do porto de Itaguaí , José Alex de Oliveira, e a chefe da Delegacia da Receita da Barra da Tijuca, Adriana Trilles. Investigações apontam o porto como provável entreposto do poderio bélico da milícia e do tráfico no Rio.

Segundo o presidente do sindicato dos auditores fiscais (Sindifisco), Kleber Cabral, se Dehon for afastado, o governo terá como resposta uma renúncia coletiva de chefes em todos os níveis da hierarquia da Receita.

—Se houver uma intervenção externa na Receita, teremos renúncia em massa. Pelo menos 200 chefes no país inteiro vão entregar os cargos. Claro que sempre tem um ou outro que prefere ficar. Mas a maior parte vai sair — disse Cabral ao GLOBO ontem.

A crise começou, segundo auditores, com a ordem do Palácio do Planalto para que o secretário da Receita Federal, Marcos Cintra, exonere imediatamente Dehon. Seria uma forma de obrigar o superintendente a trocar o delegado da alfândega do porto de Itaguaí e a chefe da delegacia da Barra. Procurado, o Planalto disse que não comentaria o assunto.

Foto: Gabriel Paiva
Leia Mais: O Globo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Política 21

Política 21

Deixe seu comentário

1 comentário em “Bolsonaro é alertado pela Receita sobre risco de intervir em postos-chave no Rio”

  1. Essa situação em que vive o Brasil ´é uma vergonha! Ainda nem completou 1 ano deste governo e muitas atrocidades, erros e babaquices já aconteceram. Desejo que esses quatro anos sirvam de lição e que o povo aprenda que devemos eleger pessoas que tenha propostas de crescimento e qualidade de vida! pensem que o dinheiro público é de todos os Brasileiros e que devem escolher alguem com capacidade de gestão. Esse Sr. que aí está já mostrou que não tem nenhuma capacidade de gerir ou de se relacionar através do dialogo. Deus que está acima de tudo, dê um pouco de sabedoria! Piedade Sr.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *